Blog

A IMPORTÂNCIA DO CULTO DOMÉSTICO  

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

O culto doméstico tem suas raízes no próprio Deus ao criar o ser humano para ter íntima comunhão com Ele. Foi plano de Deus que esse ser criado formasse família e juntos servissem ao Senhor com alegria - plano esse seguido por Josué, conforme o capítulo 24:14-15: "Agora, pois, temei ao Senhor e servi-O com integridade e com fidelidade (...) eu e a minha casa serviremos ao Senhor".

Josué não faz da adoração ou do culto a Deus vivo algo opcional e diz que o Senhor quer ser adorado e servido voluntária e deliberadamente pelas nossas famílias. O profeta reforça o ato de culto a Deus nas famílias com o seu próprio exemplo. Fica claro que ele está se dirigindo aos cabeças das famílias - ele tem uma liderança de tal ordem sobre a sua família que ele fala por toda a sua casa.

É importante destacar que "servir" é uma palavra abrangente e se refere a muitos atos de adoração a Deus. Em muitas passagens bíblicas observamos o estímulo a adoração no lar. Como diz Deuteronômio 6:6-7: "Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te" , veja também, Dt 11:18-19.

Um texto paralelo no Novo Testamento é Efésios 6:4: "E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor". Por exemplo, Timóteo tirou grande proveito da instrução diária de uma mãe e de uma avó tementes a Deus. 

Outro trecho importante é de Colossenses 3:16: “Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração".

"É importante a família entender que “Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” (Dt 8:3; Mt 4:4). Deus exige que O adoremos não apenas particularmente como pessoas, mas também em público como membros do corpo e como famílias. O Senhor Jesus é digo disso, a Palavra de Deus o ordena, e a consciência o reconhece como nosso dever. É necessário que os pastores estimulem as famílias a realizarem o culto doméstico como Abraão o fez: “Porque eu o escolhi”, disse Deus, “para que ordene a seus filhos e a sua casa depois dele, a fim de que guardem o caminho do Senhor e pratiquem a justiça e o juízo; para que o Senhor faça vir sobre Abraão o que tem falado a seu respeito (Gn 18:19)”, disse o Pr. Adeilto Neres, da Assembléia de Deus em Santa Rita, Vila Velha. (Continua...) (Adaptação de Fátima)                                       Rev. George A. Canêlhas

Rua Roma, 465 - Lapa São Paulo-SP

  • Email: iplapa@uol.com.br
  • Telefone: (11) 3853-2586

Instagram

Facebook

Igreja Presbiteriana da Lapa © Copyright 2017 . Todos os Direitos reservados Desenvolvido por Ridley Mota

Pesquisar