Blog

ESPERANÇA EM MEIO AO SOFRIMENTO

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Você já teve aquela sensação de estar rodeado de pessoas, mas se sentindo sozinho, desanimado, sem esperança, em meio ao sofrimento? Levando uma vida de aparência, mas na verdade se sentindo vazio e desmotivado? Essa é a realidade de muitos cristãos, mas não deveria ser assim.

O texto de Hebreus 12.1-3, nos mostra que não há motivos para nos sentirmos desanimados, pois “temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas”, o autor nos convida a olharmos os heróis da fé mencionados no capítulo anterior, homens e mulheres que mesmo diante das lutas mantiveram a fé na promessa, essa que não concretizou-se em seus dias, porém para eles era real e verdadeira. Nós sabemos que de fato se cumpriu, mais do que eles, devemos permanecer firmes na certeza de que o Deus que a prometeu é o mesmo que a realizou enviando o seu Filho, o Salvador!

O autor nos convida, não apenas a olharmos para os homens do passado, mas para aquele que é o “autor e consumador da nossa fé, Cristo Jesus”. Esse trocou “a alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia”. Conforme Filipenses 2.5-6. Jesus assumiu a forma de servo e se humilhou até a morte de cruz. Nós como parte da promessa, nos beneficiamos dos frutos da cruz: a redenção! No entanto, no estado de humilhação Cristo nos deixou o exemplo de como viver em meio ao sofrimento: “considerai, pois atentamente, aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossas almas”, ou seja, não desista em meio a dor, se apegue ao exemplo do seu Salvador (Veja 2 Pedro  4.12-19).

Portanto, a nuvem de testemunhas nos encoraja e nos estimula a completar a nossa caminhada cristã, mas em Jesus Cristo temos o principal motivo para seguirmos nesse caminho de esperança. Não se deixe vencer pelo desânimo, busque aquele que pode trazer alívio ao seu pesar (Mt 11.28), Ele é o Consolador e te convida a viver essa peregrinação na certeza de que o dia glorioso há de vir (Cl 3.1-4) e quando chegar não haverá mais choro e nem dor (Ap. 21.4).                                                                                                                                  Rev. Robert F. Mota

Rua Roma, 465 - Lapa São Paulo-SP

  • Email: secretaria@iplapa.com.br
  • Telefone: (11) 3853-2586

Instagram

Facebook

Igreja Presbiteriana da Lapa © Copyright 2017 . Todos os Direitos reservados Desenvolvido por Ridley Mota

Pesquisar