NOTÍCIAS
Som da Vida
Publicado em: 03-07-2014

Olá, Galera!!! Está chegando o aniversário da UMP Lapa, dia 02/08, às 19h30, será pregador o Rev Samuel Vitalino. Você que fez parte destes 79 anos da UMP Lapa, por gentileza, mande à diretoria uma foto da sua turma na época da UMP.

Reunião de Oração
Publicado em: 03-07-2014

No próximo sábado, dia 05/07/2014, às 7h00 no templo. Venha orar conosco.

Artesanato
Publicado em: 09-06-2014

Todas às 3ª feiras, a partir das 10h00, no Salão Thomas Porter. São realizadas diversas atividades de artesanato. Venha e convide uma amiga para participar conosco.

Aniversário do Coro Geral
Publicado em: 09-06-2014

No próximo domingo, no culto da noite, comemoraremos o aniversário deste coral com um culto com muita música, sendo pregador o Rev. Cylas Rissardi, pastor colaborador da I.P.I. de Vila Yara, em Osasco. Aproveitemos a oportunidade para trazer convidados.

MEDITAÇÃO DA SEMANA
Sobre Participação em Reuniões de Oração
Publicado em: 03-07-2014

Autor: George Alberto Canelhas

Escrevi este texto muitos anos atrás, depois de regressar de uma reunião de oração da igreja onde eu era pastor. Acho que ainda tem relevância.

“Pela primeira vez em minha vida cheguei a uma reunião de oração e encontrei apenas dois irmãos presentes, cabeça baixa, orando silenciosamente”. Foi na terça-feira passada, aqui na reunião de oração da nossa Igreja. Como já antecipando o sofrimento de um quadro destes, eu havia orado à tarde ‘Senhor, ajuda-me a dirigir a reunião de oração e a não desanimar mesmo em face de um pequeno número de pessoas’. Eu estava me preparando para um número pequeno, mas não para dois somente.

Senti-me desamparado. Estou perfeitamente consciente de que sem as orações da Igreja meu preparo intelectual, meus dons e habilidades de liderar e pregar e ensinar não valem absolutamente nada. Já aprendi em minha própria vida que quando deixo de orar e buscar a Deus regularmente o meu coração endurece, a incredulidade cresce, o velho homem parece ressuscitar dentro de mim, perco a visão, a sensibilidade, a percepção espiritual das coisas.

Não quis ser injusto com os membros da minha Igreja. Há muitos jovens que estudam à noite, há outros que trabalham à noite. Há os idosos que não têm mais como sair de casa à noite. Há os que moram longe e dependem de outros para transporte. Há os doentes. Mas, mesmo assim, numa comunidade de cerca de seiscentas pessoas, somente dez a doze delas estariam realmente disponíveis e com condição de vir à Igreja orar numa terça a noite?

Fiquei pensando nas causas do esvaziamento das reuniões de oração. Será que eu mesmo sou o culpado? Será que não tenho enfatizado a oração na Igreja? Ou será que é simplesmente a sina das igrejas presbiterianas sempre ter reuniões de oração esvaziadas? Os críticos das igrejas presbiterianas de grande porte tradicionais e antigas dizem que não há pastor que mude isto, nem os que colocam reuniões de oração diárias nem os que concentram a oração pública em apenas uma reunião semanal. Não adianta mudar o dia da semana, mudar o formato da reunião: ela sempre estará vazia. Dizem que é a predestinação da igreja presbiteriana ter pouca oração e muita doutrina.

Resignei-me. Dobrei os joelhos com os dois irmãos e orei silenciosamente. Orei quase chorando, coração sofrido e apertado. Orei pedindo perdão a Deus. Outros oraram. No final, estava mais aliviado, mas o coração ainda apreensivo. Uma Igreja que não ora está fadada a ver a prevalência da carne e do humano no caldeirão de tensões que se ajuntam num momento assim.

Minha única esperança e conforto é que os membros da Igreja estejam orando em sua casa, mesmo que não venham orar aqui nas terças. Mas, também esta esperança eu não tenho como comprovar. (Adaptado de Rev. Augustus Nicodemus.